Os elefantes: fique por dentro das curiosidades

Você sabia que os elefantes são os maiores mamíferos terrestres do Planeta Terra? Pois é! Esse animal gigante, que a princípio parece assustador. É um quadrúpede que tem grande importância para o meio ambiente, como também para nós seres humanos, em vários aspectos. Saiba mais sobre as características desse animal que corre risco de extinção, devido ao marfim encontrado em suas presas.

Os elefantes: conheça as principais curiosidades sobre esses gigantes terrestres
Elefantes adultos e filhotes

Os esses animais só perdem em tamanho e peso para alguns mamíferos que habitam os oceanos.

Conheça as principais curiosidades sobre os elefantes. Você sabe quantas espécies existem?

São duas as espécies existentes desse gigantesco mamífero. O elefante asiático e o elefante africano, com algumas subespécies, que habitam diferentes regiões.

Dentre as curiosidades, uma das mais marcantes dos elefantes é o fato do animal trazer boa sorte.

Continue lendo este artigo e saiba mais sobre as curiosidades desses animais, que, com certeza, irão te impressionar.

Agora, vamos saber mais sobre a alimentação, as atividades diárias e os hábitos de sono desses animais.

Conheça as principais curiosidades sobre os elefantes. Tipos que habitam o nosso Planeta

Inicialmente, vamos falar sobre os três tipos de elefantes existentes em nosso planeta. Em seguida, falaremos de algumas curiosidades peculiares que alguns deles apresenta.

Conheça as principais curiosidades sobre os elefantes. Elefante-da-Savana

O elefante-da-Savana, Loxodonta africana, e o elefante-da-floresta, Loxodonta cyclotis, habitam o território da África.

O elefante-da-Savana é maior que o da floresta, chegando alguns exemplares a alcançarem até 7 metros de comprimento e 4 metros na cernelha (região, nos quadrúpedes, onde se unem as espáduas em forma de cruz). Esses gigantes chegam a pesar 7 toneladas.

Esses animais vivem cerca de 50 anos na natureza, e morrem quando seus últimos dentes se desgastam e não conseguem mais mastigar os alimentos.

Em contrapartida, os elefantes em cativeiro podem viver muito mais tempo, pois eles recebem mais atenção e cuidados.

Os elefantes: conheça as principais curiosidades sobre esses gigantes terrestres
Elefante em região selvagem

Outra curiosidade sobre o elefante é a disposição das unhas nas patas: 4 unhas nas patas dianteiras e 3 nas traseiras.

O elefante-da-Savana é uma espécie ameaçada de extinção. Portanto, sendo que os caçadores são as maiores ameaças, pois buscam o marfim de suas presas. Assim como urbanização de seus territórios também é outra ameaça a esses animais.

Os elefantes: conheça as principais curiosidades sobre esses gigantes terrestres
Marfim: pressas de elefante

Essa espécie de elefante, habita as selva e as florestas equatoriais, se escondendo em sua espessa vegetação.

Portanto, esses animais, têm um precioso marfim rosa, que os tornam muito vulneráveis à caça.

Embora o comércio do marfim seja proibido internacionalmente, contudo, essa prática ilegal ainda continua a ameaçar a espécie.

Conheça as principais curiosidades sobre esses animais. Elefante asiático

Foto: elefante asiático com o filhote

Finalmente, vamos falar do elefante asiático, que conta com 4 subespécies, que são: o elefante-do-Ceilão, Elephas maximus, o elefante-indiano, Elephas maximus indicus, o elefante-de-Sumatra, Eleohas maximus sumatrensis e, por fim, o elefante-pigmeu-de-Bournéu, Elephas borneensis.

Morfologicamente, há diferenças entre os elefantes dos dois continentes. Os asiáticos são menores, com 4 a 5 metros, e 3,5 metros até a cernelha.

Como consequência, suas orelhas são menores, e tem uma leve corcunda.

As presas dos machos são menores e as fêmeas não possuem presas.

Você sabia que os elefantes asiáticos correm sério risco de extinção?

Mais curiosidades sobre os elefantes

Então, vamos falar sobre as orelhas dos elefantes. Esses órgãos grandes e muito irrigados vascularmente, que, consequentemente, garantem uma termorregulação eficaz.

Portanto, suas orelhas ajudam a dissipar o calor do corpo.

Agora, vamos falar de outro órgão bastante distinto nos elefantes, a tromba.

Tomar banho, pegar comida e levar até a boca, arrancar árvores e arbustos, limpar os olhos e até jogar em seu corpo para se livrar dos parasitas são funções da tromba desse lindo e enorme animal.

Além disso, a tromba desse animal conta com mais de 100 músculos diferentes.

Foto: elefante tomando banho

Da mesma forma que as orelhas e a tromba têm suas funções, as patas também tem suas particularidades.

As colunas, ou seja, as patas dos elefantes suportam a massa gigantesca do corpo do elefante.

Os elefantes caminham a uma velocidade de 3 a 4 km/h, mas quando irritados ou fugindo, podem alcançar velocidades superiores a 40 km/h.

Foto: patas de elefantes

Apesar de ter quatro potentes patas, o peso do elefante não lhe permite saltar.

Os elefantes, vivem, geralmente, em manadas de fêmeas da mesma família.

Contudo, os elefantes machos deixam a manada quando chegam à adolescência, passando a viverem em grupos isolados ou solitários, sendo que se aproximam das manadas quando percebem fêmeas no cio.

Saiba outra curiosidade dos elefantes. A fêmea idosa é a matriarca, sendo que é a responsável por levar a manada à novas fontes de água e alimentos.

Você sabia que um elefante adulto consome cerca de 200 kg de folhas diariamente? Todavia, precisam se mover constantemente em busca de novas áreas com alimentos.

Agora, vamos falar da comunicação entre os elefantes. Eles usam diferentes sons para se comunicarem e se expressarem, ou seja, para se chamarem à distância. Por exemplo, os elefantes utilizam infrassons, que não são audíveis ao ser humano.

Os elefantes sentem as vibrações através de suas patas, antes mesmo de ouvir pelos ouvidos, pois o som se propaga de maneira mais rápida pelo solo do que pelo ar.

foto: manada de elefantes em movimento

Contudo, a diferença entre captar as vibrações e captar o som, permite calcular com precisão, a direção e a distância.

Memória de elefante. Você já ouviu falar?

Pois é! Pesando cerca de 5 kg, o cérebro dos elefantes é o maior entre os seres terrestres.

Por esse motivo, os elefantes tem uma ótima memória. Nesse sentido, eles são capazes de expressar diversos sentimentos, tais como alegria e tristeza.

Por fim, os elefantes, assim como outras espécies animais, são sensíveis a catástrofes naturais, podendo intuí-las com antecedência.

Atenciosamente,

Equipe De Bem com a Vida

Leia também:

Fique por dentro das principais curiosidades do camaleão

Curiosidades sobre as girafas