Vamos aprender a calibrar o pneu do seu veículo seguindo 5 passos?

Utilizando o calibrador manual

01. A calibragem deve ser feita com os pneus frios para uma aferição precisa:

Os pneus devem ser calibrados quando estiverem frios. Pneus quentes fazem com que a pressão interna aumente, fazendo a borracha do pneu se expandir, provocando assim, erro na leitura do aparelho de calibragem. O recomendado é que o carro ou outro veículo, não faça percursos superiores a três quilômetros e evite velocidades altas, até o local onde será feita a calibragem dos pneus.

Calibrador utilizado nos postos de combustíveis

02. É fundamental saber a pressão correta para o pneu do seu carro ou veículo:

Você sabia que cada veículo tem uma pressão específica para os eixos dianteiros e traseiros?! É importante salientar que a pressão dos pneus pode variar se o carro estiver com dois ou cinco ocupantes. As informações são encontradas facilmente no manual do proprietário e em alguns modelos ela estará disponível através em um adesivo colado na porta ou na tampa do tanque de combustíveis.

Saiba o que acontece se você rodar com a pressão dos pneus abaixo do recomendado:

Rodar com pneus com pressão abaixo do recomendado pelo fabricante, provocará desgaste na parte lateral da banda de rodagem, provocando aumento do consumo de combustível.

Rodar com pneus baixos, também compromete a segurança do veículo, pois os pneus tendem a dobrar com mais facilidade nas curvas, provocando instabilidade.

Saiba o que acontece se você rodar com a pressão dos pneus acima do recomendado:

Rodar com pneus com pressão acima da indicada pelo fabricante de veículos, também poderá causar um maior  desgaste da banda central de rodagem do pneu, comprometendo a frenagem e provocando um desconforto para os ocupantes.

03. Não esqueça de calibrar o estepe. Muitas pessoas só lembram do estepe na hora de fazer a substituição, passando aflições por perceberem que o mesmo está vazio (sem ar).

Calibre sempre o estepe, pois este, mesmo parado, perde pressão. Ninguém quer que seja preciso fazer a troca de pneus, mas seria muito pior se fosse preciso e o estepe estivesse murcho (sem ar).

04. Ponha a tampinha (bico de válvula) novamente:

Ele protege o bico de entrada de ar contra sujeiras, evitando assim, vazamentos que possam comprometer a calibragem dos pneus.

Pondo o bico de válvula para evitar sujeira

05. Você sabia qual período entre uma calibragem e outra?

Calibre os pneus dos seu veículo, toda semana, ou no máximo, num intervalo de 15 dias, caso não possa ser feito no período regular, prolongando assim a vida útil do pneu do seu carro.

Para saber qual a calibragem ideal do pneu do seu carro, basta:

  1. Pegue o Manual do Proprietário do carro;
  2. Abra no Índice e procure pela página que fala sobre os pneus;
  3. Abra a página específica e procure pela seção que fala sobre a calibragem;
  4. Confira na tabela de calibragem de pneus todas as especificações para cada tipo de pneu específico.

Mais dúvidas, fale conosco!

Atenciosamente,

Equipe De Bem com a Vida.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp